Back to Blog

Dificuldade de encontrar Profissionais qualificados em áreas novas do mercado

Gabriela Navarro

Não é novidade para ninguém que áreas novas de mercado e novos profissionais estão surgindo a todo momento. Hoje já vemos cargos como UX Writer que é a pessoa responsável por desenhar as conexões de inteligência de um robô de atendimento e o mundo real por exemplo.  Ou Startup Hunter que é a pessoa que em vez de buscar candidatos, busca startups para pessoas ou empresas que querem investir.

Além disso, temos novas indústrias no mercado brasileiro como games, cinema/series, e cannabis, gerando necessidades de novos cargos.  

Mas na hora de um Headhunter (não vamos confundir com o startup Hunter galera) ou RH buscar profissionais sênior para essas posições,como que faz? Porque afinal de contas, são profissões novas ou industriais que ainda estão engatinhando no Brasil.

Por isso mais do que nunca nessas posições é necessária uma avaliação de fit cultural e soft skill do que uma análise técnica da vaga.

Empresas como Netflix que tem um pequeno escritório no Brasil e incentivam produções brasileiras e com isso buscam profissionais de cinema (quando digo cinema, não se engane ao pensar apenas no roteirista ou câmera,temos hoje uma equipe enorme de animação, com experiencia em arte e tecnologia) estão desenhando programas de treinamento e dando espaço para essas pessoas se capacitarem e um dia serem os sênior que a empresa busca.

Para uma das empresas que a Mova RH faz serviços de RH, que é uma empresa de Games, tem vagas aberta a mais de 5 meses tentando encontrar profissionais sênior para tech arte ou rigger maya. Sendo que muitos cursos de jogos digitais não têm essa matéria na sua grade curricular.

Dessa forma, além dos RHs precisarem criar programas de capacitaçãode profissionais junior é necessário que profissionais que atuem nesses novos cargos, criem workshops e estimulem a informação de outras possibilidades de atuação profissional também.

Mais posts do blog